A trilha da Putaria – Playlist do Edu K

by: Carol Teixeira -

a-trilha-da-putaria-playlist-do-edu-k

 

Edu K é meu querido amigo louco pra caralho e um dos produtores musicais mais geniais que conheço. Vocalista do Defalla, produtor musical que arrasa do funk (‘Popozuda’, remember?) ao rock (recentemente produziu o novo disco da banda Cachorro Grande) e no que mais ele botar a mão, ele passa voando por cima de qualquer espécie de normalidade e preconceito que possa existir. E vive sua vida e arte de forma tão peculiar que podemos dizer que acaba criando uma espécie de mitologia para tudo que faz. E eu vou parar por aqui porque ele é muito difícil de ser definido – mandei agora um whatsapp pra ele dizendo: “te define aí pra eu botar na intro do blog!” E ele respondeu: “Escreve aí e depois me lê no telefone pra eu ouvir tua voz rouca de sistema operacional sexy” (porque ele diz que eu tenho a voz igual a do sistema operacional do filme Her haha). To ligando pra ler para ele, mas, com ou sem definição, curtam aí as músicas preferidas pra sexo na opinião do Edu K:

 

Em primeiro lugar, a trilha sonora de foda quintessencial:

 

1) The JB’s – Doing It To Death

 

Eu gosto da coisa lenta, longa, suada,  sacana e com muito swing nos quadris, como esta maravilhosamente malaquenta  faixa da banda de apoio de James Brown, o próprio aparecendo aqui num cameo. Gosto de faixas longas, de andamento mais baixo e que se desenrolem por uma extensão quase infinita de tempo, dando aquele toque de P(erda)T (otal) psicodélica tão essencial à uma boa sacanagem.

 

Outro mestre da putaria vem para preencher todos os espaços da segunda vaga:

 

2) Miles Davis – Miles Run The Voodoo Down

 

3) Jerry Garcia e Pink Floyd em Zabriskie Point

 

Mais uma faixa enfatizando minha preferência por canções enormes, soltas e , geralmente, instrumentais na hora de me engalfinhar com uma gata selvagem por todos os cantos da casa. Essa, em especial, é a trilha perfeita pra se perder geral, o que é sempre muito bem vindo à dois, três, quatro…e por aí vai. Se alguém aí pensou na clássica cena de Zabriskie Point, desprezada obra prima de Antonioni, acertou!

 

Yes, i’m a freaking hippie! <3

 

Last but not least, o grande mestre bon vivant da putaria e do hedonismo, que não poderia faltar nesta lista:

 

4) Serge Gainsbourg & Jane Birkin – La Décadanse

 

O tom cafona e soturno, desta que é uma das sete maravilhas do mundo de chansons de bordel francês, faz minha cabeça girar: desnorteado por uma breve perda dos sentidos,  com o estômago contraído , atravessado pelo gélido furor da antecipação, vislumbro, por detrás de pálpebras cerradas,  paredes de veludo vermelho assombradas pelas sombras tremulantes de velas centenárias esvaindo-se  em cera quente que escorre até o chão, emporcalhando  lençóis de seda cor de vinho lavados em champagne e suor; vendas, chicotes de couro e palmatórias;  braços e pernas amarrados,  nó cego de marinheiro a ver navios lá do alto do mastro principal…

 

 

foto-11

(Sim, é o Edu haha)

 

Wow, lemme catch my breath… :p

 

Para ouvir a playlist, só clicar aqui.

 


Comments