Dicas de um tântrico para gozar melhor

by: Carol Teixeira -

tumblr_navx37HkdB1skp1s9o1_1280

 

Pashupati é terapeuta tântrico do Centro Metamorfose, ministra cursos individuais e em grupo de massagens tântricas e terapias como Renascimento e meditação ativa. Também desenvolve um trabalho de Pulsação Tântrica que visa potencializar o pulso vital que emana do primeiro chakra e o Neo Sense que visa potencializar e experienciar de formas diferentes os órgãos da percepção. Tá bom pra vocês ou querem mais?

 

Sim, wow. Já fiz com ele massagem tântrica algumas vezes e já contei aqui o quanto isso mudou minha percepção sobre sexo né?

Mas hoje resolvi chamar o Pashupati para dar 5 dicas de como chegar mais arrasantemente ao orgasmo. “Para deixar orgasmo chegar”, ele me corrigiu. “Porque sendo um processo natural do ser, não há porque querer ‘alcançá-lo’, ‘chegar a ele’ – isso só torna o processo mais estressante, o orgasmo como meta torna o ato do amor quase mecânico”.

 

Tem razão, Pashupati!

 

Aqui as dicas do tântrico para deixar o orgasmo chegar:

 

1 – “Torne o ato amoroso ou sexual uma brincadeira, sem linha de chegada, sem objetivo final, tanto para o homem quanto para a mulher. Brinquem com os corpos, com as sensações, com o toque. Variem os estímulos, a velocidade, o ritmo. Mas se deem tempo de sentir. Comecem os estímulos e sempre olhando as reações do outro, explorem o corpo próprio e um do outro como se fosse a primeira vez, com calma e sem pressa.”

 

2 – “O que remete a segunda dica. Você sabe o que te dá prazer? Conhece cada parte do seu corpo e como ela responde aos mais variados estímulos? Provavelmente não, até por que estamos sempre em mutação e as percepções e sensações mudam. Então, com calma e jeito, indiquem o que está dando prazer ou não. Falem mesmo, mas saber como falar nesses casos é primordial. Infelizmente vivemos ainda numa sociedade muito machista, onde é cobrado dos homens que já nasçam sabendo tudo, principalmente como agradar uma mulher na cama, e para as mulheres ainda é tabu se expressar. Portanto saber comunicar é fundamental, sejam assertivas, comuniquem o querem e como querem, com calma e jeito. Homem algum nasceu adivinhando. No entanto se ele relutar em ouvir o que te agrada, sabendo que foi comunicado amorosamente, talvez seja o momento de um dos dois ou os dois reverem os conceitos.”

 

3 – “Com a língua para se comunicar afiada por que não usa-la também para dar prazer, nossa terceira dica. Algumas mulheres dizem que os homens não sabem chupar. Eu digo que as mulheres levam uma pequena vantagem nessa, não por que as mulheres tem vagina e por isso sabem onde dá prazer. Isso é bobagem, cada pessoa é única e vai gostar de sexo oral a sua própria maneira. Então qual a vantagem feminina? O mesmo ou muito parecido aparato biológico, por terem corpos iguais, elas reconhecem melhor as respostas da parceira, e em geral mulheres são mais observadoras e exploradoras na cama, talvez por não terem um pinto. Em geral, os homens ainda são muito centrados no pênis esquecendo as outras partes do corpo, própria e da parceira.”

 

4 – “Variem o ritmo e profundidade da penetração. Variem o ângulo, as posições, a velocidade, a força. Se não há pressa, e nem pressão para se chegar ao orgasmo, por que não brincar de penetrar? Por que não dançar dentro da vagina? Homens também podem rebolar, e a maioria das mulheres adoram isso, tanto que muitas preferem os dançarinos. Algumas escolas taoístas dizem que é preciso 84 penetrações para uma mulher chegar ao orgasmo, feitas com calma e alternando a profundidade, outros escritos falam em 130, 150, 180, não há fórmulas, alias se tem uma coisa que não têm fórmula é o sexo, o caminho do orgasmo. Um dia fazem X e ele vem, no outro fazem a mesma coisa, e ele nem chega perto. Por isso, mais uma vez observem-se durante o ato.”

 

5 – “A quinta dica é a mais importante e podem começar o ato com ela. Esvaziem a mente, a cabeça. Preocupações, listas de compras, cobranças e etc, procurem deixar fora do quarto, ou de onde pretendem transar. Como? Não é fácil, mas é possível. Iniciem com uma meditação ativa, os dois. Pode ser uma prática respiratória conhecida e já experimentada, talvez se sentarem frente a frente olhando-se nos olhos e ajustando aos poucos a respiração vagorosamente. Pode ser dançarem vigorosamente durante uns 20 minutos, mexendo todo o corpo como nunca fizeram antes, explorando novos movimentos, respirando e deixando que um contato se faça aos poucos, sem pressa. Pode ser vedados ou olhando nos olhos. Mas o fundamental de qualquer prática meditativa e o sexo pode se tornar uma, o que facilita a fluir para estados de mais e mais prazer, é permanecer presente, consciente. Por isso a dica final é: desliguem o celular se quiserem gozar.”


Comments