Jivan Pramod e o coaching de sexualidade

by: Carol Teixeira -

Jivan não imaginava que acabaria sendo um coach de sexualidade. Começou apenas buscando aprimoramento sexual para aplicar em suas prórpias relações. Foi assim que descobriu  uma técnica de massagem que prometia uma experiência de orgasmos transcendentais. “Todo o trabalho do Tantra que descobri através da Universidade da Nova Sexualidade, o Centro Metamorfose, acontece de forma vivencial”, disse ele, “não parei mais de me aprimorar experimentando e observando toda a evolução da minha sexualidade no meu próprio corpo”.

Pela experiência que desenvolveu como terapeuta tântrico até agora, descobriu que podia ajudar ainda mais homens e mulheres que desejam descobrir como ter mais prazer em suas relações afetivo-sexuais, tudo através das ferramentas aplicadas do Coaching (cientificamente comprovadas)  com as técnicas desenvolvidas e aprimoradas da sexualidade terapêutica, surgindo assim o Coaching de Sexualidade. Jivan tem dado palestras e cursos pelo Brasil e participado de programas de tv como Amor & Sexo, da Globo, entre outros. Fui descobrir com ele como rola esse trabalho.

Como é o trabalho de um Coach de Sexualidade?
Eu ajudo homens e mulheres a descobrirem como ter mais prazer nas suas relações afetivo-sexuais. Como obter mais intimidade, cumplicidade e como desenvolver e usufruir de intensos orgasmos. Porém, é inevitável que um processo de autoconhecimento – que é a proposta das ferramentas de coaching, principalmente quando desenhamos com clareza quais os resultados esperados – que o reflexo se distribua além dos relacionamentos maritais, melhorando e muito sua relação com todos a sua volta, incluindo o meio ambiente e redescobrindo a energia que o movimenta em direção a qualquer propósito de vida.

Que tipo de gente te procura? São mais homens, mulheres ou casais?
Tanto homens quanto mulheres estão interessados em ser melhores em suas relações. Atualmente, a grande maioria que procura pelo desenvolvimento através do coaching de sexualidade é apenas uma das partes, sugerindo em seguida, com grande aceitação, que o outro também passe pelo processo. Poucos casais procuram ainda pelo trabalho em conjunto, mas acredito que por desconhecerem que existe tal ferramenta e metodologia à disposição. Ainda assim, tem sido uma crescente o número de atendimentos até mesmo para homens e mulheres solteiros que buscam por um relacionamento.

Qual a principal reclamação das pessoas que você atende?
Descontentamento durante o ato sexual. A mulher, principalmente, descobriu que também tem direito ao prazer, que ela possui a capacidade de ter orgasmos, aliás no mínimo o dobro do que possui o homem em termos fisiológicos se pensarmos na estrutura apenas da glande do clitóris correlacionando a glande do pênis. O homem atual não possui tal conhecimento de como lidar com essa nova mulher, mas há um crescente interesse em aprender. Em contrapartida, também existe uma mentalidade masculinizada na mulher de hoje que segue os padrões antigos durante o ato sexual, e que precisa ser revista pelo casal ou solteiros com relações esporádicas para melhor exploração do corpo e do que realmente gostam de compartilhar.

O que é, na sua opinião, uma vida sexual satisfatória?
Penso que uma vida sexual satisfatória está intimamente ligada a sentir o prazer sem a culpa imposta ou aprendida ao longo da vida. É, principalmente, conhecer o que gosta e o que não gosta dentro de uma relação sexual, e saber negociar com o seu parceiro ou parceira. Estamos presos a muitos tabus, preconceitos e regras que limitam as possibilidades, entre um casal não deveria haver tais condições de restrição, salvo algumas situações. Sempre digo que, se houvesse o diálogo entre os casais, metade do meu trabalho seria desnecessário.

A pessoa precisa ter um problema específico para te procurar?
Apenas o desejo de ser melhor dentro das suas relações afetivo-sexuais ou o desejo de aprender como obter relações saudáveis nessa jornada da vida.

O trabalho é importante para pessoas que estão satisfeitas com suas vidas sexuais mas podem ir além, fazer sua capacidade orgástica evoluir?
Sem dúvida, em qualquer aspecto da vida, qualquer conhecimento é bem-vindo. Poder aprender e acrescentar coisas novas, de aplicabilidade fácil e eficiente como é o caso deste trabalho, torna a relação além do ordinário, que resgata a vitalidade e prazer advindas do comodismo entre os casais de longa data ou inabilidade dos parceiros em algum aspecto da sua relação.

Quando se trata de sexo, sempre se pode ir além?
Não há dúvida de que quando o assunto é sexo, existe uma crescente evolução humana que corresponde ao autoconhecimento, exploração, sensorialidade, conexão e tantas outras habilidades de alta capacidade inerentes ao ser humano. Porém, a grande maioria permanece no raso, no ordinário, no comum, que se manifesta com maior intensidade apenas no primeiro momento da conquista, enquanto novidade.

Como é exatamente o processo? Que técnicas usa para ajudar a pessoa nessa busca?

O Coaching se dá através de sessões online ou presenciais através de um bate-papo onde a cada encontro vou aplicar ferramentas diferentes. As ferramentas são em forma de planilhas para organizar as atividades que seguem uma ordem de evolução: Foco (clareza), Planejamento, Ação, Melhoria continua e por fim, alcançando o Resultado

Mas tem também necessariamente a parte física usando sua experiência com massagem tântrica, com o conhecimento através da sensorialidade?

Se dentro do processo do Coaching chegarmos a esse entendimento, encaminha-se para isso. 


Comments