Le glamour de l’amour – Playlist da banda Esperanza

by: Carol Teixeira -

foto-3

Conheço a banda Esperanza de outros carnavais. Mais especificamente de quando eles se chamavam Sabonetes e faziam os melhores afters de São Paulo naquela casa deles na Pompéia (as histórias que rolaram naquele lugar dariam um livro).

Algumas coisas mudaram de lá pra cá, mas a música dos meninos continua linda. E a poesia ainda está ali, intacta. Digo poesia porque em cada um desses boêmios louquinhos tem uma alma de poeta. Leminski meets Kerouac. Basta ler qualquer uma das letras de qualquer um dos álbuns deles que, entre um verso e outro, você se pega lembrando de um amor perdido ou da saudade de algo que ainda não viveu. E eles podem querer te fazer acreditar no contrário mas no fim das contas são bons moços de Curitiba, believe me.

A banda é Artur Roman, João Davi e Wonder Bettin – o baterista Alexandre Caja, que participou dos outros discos, não faz mais parte do grupo mas tá lá presente ainda dirigindo os clipes da banda. Hoje eles estão aqui no blog pra contar quais são as top 5 músicas ideais pra sexo na opinião deles. (ah, e depois de ver a playlist sexual dá pra relembrar o jogo da verdade completamente bêbado que fizemos há um tempo atrás aqui no blog, imperdível se você quer rir um pouco).

Vamos à playlist! (indiquei ao a lado qual deles escolheu cada música)

 

1 – Channel 1 Suite – Cinematic Orchestra

 

Uma música cheia de texturas e nuances variadas. Tudo muito intenso. Como uma boa noite de amor deve ser. (Artur Roman)

 

 

 

2 – Riders on the Storm – The Doors

 

Adoro o clima dessa música. É suave mas é freak, é raro. Vai bem para relaxar. (Wonder Bettin)

 

 

 

3 – Son of a preacher man – Dusty Springfield

 

Essa é menos sobre amor e mais sobre malandragem. Sutil. Diz tudo sobre o background que o envolve o fato de você levar alguém pra cama. E (mais ainda) é tão boa que você pode apenas não pensar nisso. Existe um universo de músicas soul nessa mesma pegada, mas a versão da Dusty de Son of a Preacher é o carro chefe. (Wonder Bettin)

 

 

4 – Some Velvet Morning – Primal Scream.

 

Primal Scream existe pra isso, sexo! Some Velvet Morning é isso, sexo! Batida contínua, baixo malicioso e sintetizadores afrodisíacos somados a Kate Moss sussurrando nos nossos ouvidos não nos dá outra escolha. É perfeito pra cama, intimidade, amor. É perfeito pro banheiro da balada numa noite louca. (João Davi)

 

 

5 – Get It On – T.Rex.

 

Considero o Marc Bolan o performer mais sexy da história, supera o Mick Jagger. As guitarras são safadas e não há garota que não se derreta com a voz calma e forte do Bolan, cantada em um tom baixo, a frequência do sexo. le glamour de l’amour. (João Davi)

 

 

 


Comments