Minhas dicas PORN

by: Carol Teixeira -

No sábado participei de uma mesa da Casa TPM (com as queridas Milly Lacombe, Lia Bock e Nicole Puzzi) evento lindo & mega necessário que a Revista TPM faz todo ano para celebrar a condição feminina contemporânea. Lá, no meio do papo (sobre sexo, of course), comentei que o maior tabu ainda é o prazer feminino – as mulheres tem muita dificuldade de falar de sexo sem ficar só problematizando, intelectualizando ou medicalizando as questões. Como eu sempre digo, nós merecemos gozar mais e melhor e, para isso, é essencial que a gente consiga falar do PRAZER mesmo, sem justificativas “intelectuais”, buscar novas possibilidades até mesmo no mercado erótico, negligenciado por várias mulheres que nunca o consideraram muito devido a um dos grandes mitos machistas (“mulher não é muito visual”, “pornô não excita mulher”). Por exemplo, acho que ao invés de a gente ficar só reclamando que o pornô mainstream não nos representa, acho que devemos ir atrás dos que nos representam e nos excitam e ver que tem muita mulher foda fazendo coisas incríveis por aí. Por isso, no debate, comentei sobre algumas coisas pornôs que curto – conheço boas alternativas para você que não gosta ou não se identifica com o pornô mainstream. Muita gente me escreveu depois pedindo para eu publicar essas dicas, então cá estou eu: o pedido de vocês é uma ordem, meninas <3

Três boas sugestões para todo mundo ser feliz e gozar bastante.

 

Erika Lust

 

the-art-of-spanking-erikalust2

Sou fã dessa diretora sueca radicada em Barcelona que faz as coisas que mais curto atualmente no pornô. Sempre que assisto aos vídeos dela fico com vontade de dirigir filmes eróticos (quem sabe um dia, né?). Tem uma fotografia linda, atores e atrizes gatos (de formas diferentes) e muito cool, nada cafona, nada de Xvideos-style. E tudo rola numa vibe natural, deliciosa, parece o sexo que a gente faz, as pessoas que a gente pega – e por isso é tão excitante. E ela tem um projeto ótimo chamado XConfessions: pessoas mandam por escrito suas fantasias e ela filma, transformando em curtas eróticos lindos.

 

Vex Ashley

Processed with VSCOcam with f2 preset

To in love com o que essa mulher faz. Ela é uma camgirl de 26 anos que criou a produtora de vídeos eróticos Four Chambered heart com a ideia de proporcionar “uma experiência bonita e intensamente sensual, como o bom sexo é”. Formada em artes plásticas, ela tem referências ótimas e usa isso pra criar uma atmosfera sensual muito autêntica. A própria Erika Lust andou indicando o trabalho da Vex depois de tê-la como atriz em seu projeto XConfessions. Ela tem total domínio do seu trabalho e imagem, mostra o quanto, em tempos de empoderamento, é completamente possível estar se expondo totalmente de uma forma explicitamente sexual ainda estar no poder.

 

Tumblrs eróticos

Captura de tela 2016-08-01 às 15.20.56

Adoro tumblrs eróticos. Dois dos meus preferidos:  Cream and Sugar e Romantic Pornography.  Às vezes uma imagem ou um gif erótico são mais excitantes do que um vídeo, sobra mais espaço para a imaginação. Também curto as ilustrações da Apollonia Saintclair, adoro desenhos (tanto que estou sempre citando Milo Manara e Crepax como referência). Enjoy!

 

X-art

Gosto muito do trabalho da X-art. Às vezes é meio limpo & perfeito demais, mas sempre é excitante e os atores e atrizes realmente parecem estar curtindo a coisa. Já conheci a americana Colette Field, a criadora do site, e sei que a filosofia por trás do X-art é incrível, todas as flmagens rolam num ambiente de respeito e prazer e todo mundo ralmente se diverte fazendo. Se quiser conferir, gravei há um tempo atrás aqui no blog uma entrevista com um dos principais atores da produtora, o Jakub Nytra (Jake), da República Tcheca, que ficou hospedado no meu quarto em Paris durante um fim de semana muito louco (don’t ask haha). Ali ele conta um pouco dos bastidores das filmagens.


Comments