“Quanto pior, melhor” – Playlist do Alex Atala

by: Carol Teixeira -

1401_gq_alex_atala-0094finais

(foto do ensaio para a revista GQ)

 

Ele é um dos chefs mais importantes (e gatos) do mundo. Foi eleito em 2013 uma das 100 pessoas mais influentes do planeta segundo a revista Time e seu restaurante DOM é considerado um dos melhores do mundo. Ano passado, no congresso MAD Food (evento culinário na Dinamarca), ele causou polêmica matando uma galinha em sua palestra. E, entre títulos e causações, ele arranja tempo para promover campanhas incríveis como Eu como cultura (movimento pela aprovação de lei que visa reconhecer oficialmente a gastronomia brasileira como manifestação cultural) ou ações para seu Instituto ATA. Sim, Alex Atala é O cara.

Mas esqueça tudo isso, porque hoje ele tá aqui no blog só pra contar pra gente o que ele curte ouvir nos momentos sexuais. Subverteu meu top 5 que sempre rola aqui no blog – transformou num top 10. E sobre música no sexo me disse: “Quanto pior, melhor!”.

Exclusivo pro blog, eis a playlist sexual do chef.

 

1. Sexual Healing (Ben Harper)

 

https://www.youtube.com/watch?v=zGqwvr_tEbU

 

2. Wonder of you (Elvis Presley)

 

 

3. Curtains (John Frusciante)

 

 

4. Are you ready to be heartbroken (Lloyd Cole and Comotions)

 

 

5. Greatest (Cat Power)

 

 

6. Misguided Angel (Cowboy Junkies)

 

 

7. Alegre Menina (Djavan)

 

 

8. Runaround Sue (Dion and the Belmonts)

 

9. Drove all night (Roy Orbison)

 

 

10. Redemption Song (Johnny Cash + Joe Stumer)

 


Comments